Electric Café

Impressiona-me a capacidade do ser humano de criar novas coias, e de se  assustar com suas criações.

Fórmula E. Vi esse carro, muitas vezes, como algo danoso a o automobilismo como conhecemos. (foto: Divulgação)
Fórmula E. Esse, pode ser o futuro do automobilismo, um divisor de águas do automobilismo como conhecemos, como também pode ser somente mais uma categoria a somar e não modificar muito o automobilismo.

De uns tempos para cá, o carro elétrico tem se tornado mais popular, mais normal, mais normal. O carro elétrico não é uma invenção tão moderna assim, em  1834, Thomas Davenport inventou um motor elétrico e instalou um carro relativamente pequeno e andou em um circuito eletrificado, por mais que fosse extremamente rudimentar, foi já um avanço na época que os carros eram a vapor. Mas no automobilismo, o carro elétrico é um novidade, mesmo um tendo quebrado o recorde mundial de velocidade na terra, em 1899 (eram tempos melhores para o carro elétrico), o Le Jamais Contente, que foi o primeiro veiculo a atingir mais de 100 km/h (105.882 km/h), pilotado pelo belga, Camile Jenatzy. Mesmo assim, o carro elétrico é uma novidade para todos, boa ou ruim.

Le Jamais Contente. O carro elétrico não é uma novidade no automobilismo.
Le Jamais Contente. O carro elétrico não é uma novidade no automobilismo.

Hoje, com o carro elétrico popularizado por carros como Toyota Prius, Nissan Leaf, Tesla Model S e Renault Zoe, está também começando a tomar seu espaço no automobilismo. O exemplo que mais chama atenção é a Fórmula E. A categoria é uma ideia que usa a onda do momento, a ecologia e a proteção a o meio ambiente. Nos últimos tempos, desde trabalhos escolares até teses de phD são sobre isso, é um assunto que sai ideias a os canos, mas poucas são efetivas e quase nenhuma funciona realmente.

Fórmula E terá sucesso por um único fator: Sustentabilidade
Fórmula E terá sucesso por um único fator: Sustentabilidade

A Fórmula E, ideia do empresario espanhol Alejandro Agag. Agag é presidente da Addax Capital LLP e dono da Addax Team, se fosse só por isso, iria fazer mais diferença que Tony Fernandez ou Richard Branson no automobilismo. Mas, Agag é muy amigo de um certo Flavio Briatore a também de um certo ser baixinho judeu chamado Bernie Ecclestone. Com isso, ele comanda.

A Fórmula E também não é tão recente quão aparenta, por mais que fosse lançada só em 2012, sua ideia e seu carro já existiam em 2010.
A Fórmula E também não é tão recente quão aparenta, por mais que fosse lançada só em 2012, sua ideia e seu carro já existiam desde 2010.

Voltando a o assunto original, a Fórmula E começou como uma ideia independente de Agag, em 2010. Naquele tempo, o primeiro carro-protótipo da categoria foi construído pela Segula, com apoio da equipe Mercedes GP, motor elétrico fabricado pelo Siemens equipado com baterias Saft, cambio Hewland e pneus Michelin. O carro era quase um Fórmula 3 elétrico  alcançava 250 km/h e tinha as baterias, com uma duração de 25 minutos (e duas horas para recarregar). Com um carro e uma boa ideia, o Formulec EF-01 (designação do carro) fez algumas demonstrações naquele ano, porém a divulgação não foi tão grande e o projeto ficou parado durante o ano de 2011, somente até Agag puxar seus amigos…

A ideia de Agag e a vontade da FIA de ter uma categoria sustentável se encontraram, uniu a fome com a vontade de comer. Ali estava a Fórmula E de volta.
A ideia de Agag e a vontade da FIA de ter uma categoria sustentável se encontraram, uniu a fome com a vontade de comer. Ali estava a Fórmula E de volta.

A FIA (diga-se Bernie Ecclestone) já estava caça de uma categoria sustentavel para ganhar a atenção de um tipo de gente que, normalmente, odeia o automobilismo, os eco-ativistas (mais conhecidos por Ecochatos ou Ecofilhos-da-puta). Esse pessoal, normalmente, odeia automobilismo por uma questão, poluição, “os motores de alta-performance poluem demais”, “menos cavalos, mais meio-ambiente” e assim ia. Vendo isso, Ecclestone estava a procura de “satisfazer gregos e troianos”,criando uma categoria sustentável, que satisfizesse os ecochatos e também quem já vê outras categorias ha muito. E quando Agag veio com a ideia, foi o golpe para conseguir a sustentabilidade.

A categoria teve que assumir um padrão mais moderno. Ai, o carro foi modificado drasticamente.
A categoria teve que assumir um padrão mais moderno. Ai, o carro foi modificado drasticamente.

Só foi passar um pano encima do carro, mudar a pintura e lá estava novamente a Fórmula E, fazendo demostrações em circuitos de rua para sua sempre dita, temporada de inauguração. Só que agora, parece dar bem mais certo que a primeira tentativa, houve mais cobertura por parte da imprensa (uma vez que a FIA lançou como uma categoria oficial) e houve bem mais interesse. Tanto interesse que a categoria mudou seu carro novamente para se enquadrar em um padrão mais moderno, mais com cara de uma categoria moderna.

O desenho da Dallara, se assemelhou muito a outro carro deles, o DW12 da IndyCar.
O desenho da Dallara, se assemelhou muito a outro carro deles, o DW12 da IndyCar.

Maioria dos fornecedores do antigo carro acabaram caindo fora após a falha em 2010. Ai, após o lançamento da FIA, eles conseguiram novos fornecedores. A Dallara está desenvolvendo um novo chassis, a McLaren Eletronic Systems (divisão de sistemas eletronicos da McLaren) fornecera motor e boa parte da eletrônica e sistema de transmissão, as baterias e os pneus são as únicas coisas que se mantem as mesmas. Tudo isso esta sendo desenvolvida na Spark  Racing Technology, empresa do dono da ART, Frederic Vasseur e responsável por preparar os carros da categoria, em conjunto com a francesa Renault. O tanto foi, que a Formula-E Holdings (manager da F-E) encomendou nada mais, nada menos que 42 monopostos completos para a Spark Racing Technology

China Racing: Uma das três confirmadas para a FE, e a unica que lançou um carro.
China Racing: Uma das três confirmadas para a FE, e a unica que lançou um carro.

A categoria tem, até agora certa, três equipes certas. As britânicas Dryson Racing e Vastha Racing e a chinesa China Racing (a ultima, já até lançou o seu carro). Há pretensão da McLaren entrar não só como fornecedora, mas também com uma equipe na categoria. Originalmente, se dizia em 10 equipes de 20 pilotos confirmados, mas por enquanto, são três equipes e um piloto de testes da FIA (também conhecido por Lucas di Grassi) fazendo demostrações com o carro.

Fórmula E no RJ. Era o jeito do Eduardo Paes tentar se reconciliar com os automobilistas após a destruição de Jacarepaguá, de qualquer modo, deu errado.
Fórmula E no RJ. Era o jeito do Eduardo Paes tentar se reconciliar com os automobilistas após a destruição de Jacarepaguá, de qualquer modo, deu errado.

A F-E será, provavelmente, a unica categoria que somente correra em circuitos de rua (quiça isso mude até 2014, quando haverá a sua primeira temporada). Já foram confirmadas oito cidades, entre elas, está o Rio de Janeiro, que mesmo sem autódromo (o que foi, na minha opinião, uma facada nas costas do automobilismo nacional), sediara uma etapa da categoria. Provável  que atraia um grande publico, como o Ferrari Racing Day, foi ha pouco tempo para aqueles lados.

Provavelmente, não terá a mesma graça do que as corridas com motores normais.
Provavelmente, não terá a mesma graça do que as corridas com motores normais.

Buenas, em minha opinião, a Formula-E é bem vinda, não é uma má ideia, provável que tenha um bom sucesso. Mas, sinceramente, a mesma graça que as corridas com motores a combustão, não terá, simplesmente por causa disso

Vi muitos esbravejarem por causa disso. Um até disse que pararia de acompanhar o automobilismo se o futuro do automobilismo fosse esse. E provável que realmente seja, como também é provável que os carros a combustão e os elétricos dividam o mesmo espaço na pista um dia. Quem sabe?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s